A glicemia consiste na quantidade de açúcar no sangue, que é obtida por meio da ingestão de alimentos ricos em carboidratos, como é o caso de pães e bolos, por exemplo.

Por outro lado, a insulina, é o hormônio que atua no controle da concentração de açúcar (glicose) no sangue. Em contrapartida, um outro hormônio, denominado glucagon, atua no organismo aumentando os níveis de açúcar.

Assim, os níveis ideais de glicose no sangue, quando o indivíduo está em jejum, variam entre 70 e 100mg/Dl. Sendo assim, se o valor estiver menor que isso, então temos um caso de hipoglicemia.

Em contrapartida, se os valores estiverem mais altos os índices de referência, em um indivíduo em jejum, está configurada uma hiperglicemia. Podendo levar, dessa forma, a problemas como diabetes, por exemplo.

Portanto, manter a glicemia em um nível adequado é fundamental para a saúde. Nesse sentido, uma das medidas preventivas mais eficazes é cuidar da alimentação. Afinal de contas, muitos alimentos são fontes de glicose, e podem causar o aumento da glicemia.

Por isso, para conferir quais os alimentos regulam a glicemia, continue lendo, e descubra tudo aqui.

Alimentos que regulam a glicemia

Enfim, nós descreveremos alguns dos principais alimentos que ajudam a regular o índice glicêmico. Portanto, acompanhe com atenção!

• Linhaça

A linhaça é um alimento muito benéfico para a saúde. Afinal, ela não só ajuda a regular a glicemia, como também combate a constipação intestinal, pois é uma fonte muito rica em fibras.

Além disso, a linhaça também é ótima para a saúde do cérebro, do coração, assim como também atua na prevenção de câncer. Ela pode ser usada no preparo de sucos, sopas e muito mais.

A linhaça é muito benéfica para a saúde. - GLICEMIA: CONHEÇA OS ALIMENTOS QUE A REGULAM

A linhaça é muito benéfica para a saúde.

• Ovo

O ovo é mais um exemplo de alimento muito nutritivo pois, além de ser uma poderosa fonte de proteína, ele também possui as vitaminas B12 e D, bem como gorduras boas em sua composição.

Assim, esse alimento não só ajuda a regular a glicemia, como também aumenta a sensação de saciedade. Além disso, ele também é digerido com facilidade.

• Lentilha

Mais um exemplo de alimento super nutritivo. Afinal de contas, a lentilha contém ferro, fibras, proteínas e potássio em sua composição. Por isso, ela é uma ótima opção para incluir na dieta, para ajudar a regular a glicemia.

Como se não bastasse, a lentilha também é fonte de antioxidantes, que combatem os radicais livres ajudando, assim, a evitar o envelhecimento precoce da pele.

• Brócolis

O brócolis é um alimento maravilhoso! Ele contribui para controlar o índice glicêmico, e ajuda a melhorar o funcionamento do intestino, pois é rico em fibras. Além disso, esse vegetal é fonte de várias vitaminas e minerais, como o ferro, potássio, manganês, vitamina B9, C, K e muito mais, que são fundamentais para a saúde.

Abacate

O abacate é fonte de gordura boa. Assim, ele contribui para que a glicose seja liberada mais lentamente no sangue, ajudando a regular a glicemia. Como se não bastasse, essa fruta também contém beta-sitosterol em sua composição, que atua como um anti-inflamatório no organismo.

O abacate pode ser consumido de várias formas, como em vitaminas, além de diversas receitas doces e salgadas. Além disso, ele também é uma delícia puro.

• Espinafre

O espinafre é um vegetal muito saudável, pois ele é fonte de muitos nutrientes importantes para a saúde como, por exemplo, fibras, potássio, magnésio e cálcio. Assim, além de atuar no controle do índice glicêmico, ele também ajuda na saúde do intestino e na pressão arterial.

• Chia

A semente de chia é mais um exemplo de alimento altamente nutritiva. Afinal, ela é composta de muitos nutrientes importantes, como fibras, proteínas, vitaminas, ômega 3 e ômega 6, minerais (como o ferro, o magnésio e o cálcio, por exemplo), antioxidantes e muito mais.

A chia contribui para a saúde intestinal, para a prevenção da osteoporose, de problemas cardiovasculares e, certamente, para o controle da glicemia.

• Maçã

Essa fruta é fonte de pectina, assim como de outras fibras solúveis também. Por isso, ela atua de forma efetiva no controle da glicemia, fazendo com que a glicose seja absorvida de uma maneira gradativa.

Da mesma forma, a pectina também aumenta a sensação de saciedade, e contribui para um melhor funcionamento do intestino.

• Amêndoas

De acordo com estudos, as amêndoas possuem gorduras monoinsaturadas em sua composição, que são as responsáveis em manter o nível de açúcar estável no sangue. Além disso, é um lanche perfeito e oferece inúmeros outros benefícios para a saúde também.

• Canela

A canela contribui para uma liberação mais lenta de açúcar no sangue. Por isso, ela pode adicionada à dieta. No entanto, o seu consumo deve ser moderado.

A canela ajuda a controlar a glicemia porém o seu consumo deve ser moderado. - GLICEMIA: CONHEÇA OS ALIMENTOS QUE A REGULAM

A canela ajuda a controlar a glicemia, porém, o seu consumo deve ser moderado.

É muito importante frisar que nenhum desses alimentos aqui descritos deve ser usado em substituição à medicação. Além do mais, os efeitos dos alimentos no organismo podem variar muito de uma pessoa para outra.

Por isso, é fundamental procurar um médico, pois ele saberá indicar o melhor tratamento para o controle da glicemia. Assim, os alimentos serão utilizados como um apoio no tratamento, pois eles desempenham um papel fundamental para o controle da glicemia e para a manutenção da saúde de uma forma geral, só não devem substituir a medicação prescrita pelo médico.

Você gostou desse post? Então, não se esqueça de deixar um comentário e de compartilhar com os seus contatos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!