DIETA DA PROTEÍNA – O QUE COMER NA PRIMEIRA SEMANA?

Em primeiro lugar, a dieta da proteína é baseada no consumo de proteínas com alto valor biológico e exige uma suplementação vitamínica e mineral, para que haja um equilíbrio desses nutrientes no seu organismo.

Em seguida, sabemos que para emagrecer da forma correta, precisa haver uma combinação de uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas, mas muitas pessoas tem dificuldades nesse processo.

A princípio, algumas pessoas que já estão desanimadas com o método tradicional para conseguir emagrecer acabam buscando novas dietas que promete um emagrecimento rápido, porém, seguro para a sua saúde.

A dieta da proteína, por exemplo, é apontada como uma das dietas que trás ótimas soluções para quem quer emagrecer de forma rápida e sem fazer mau para a saúde.

Compartilhe:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google+
Compartilhe no Pinterest

Pois, quando você reduz o consumo de carboidratos, você também está diminuindo a quantidade de glicose na sua corrente sanguínea. Com isso, você acaba forçando o seu corpo a aproveitar da gordura dos alimentos e da gordura armazenada no seu corpo para funcionar.

DIETA DA PROTEÍNA – Qual a importância da proteína?

Do mesmo modo, as proteínas são nutrientes essenciais para o nosso corpo e nossa saúde porque elas constroem a base dos tecidos do corpo. Com a exceção da água, as proteínas são as moléculas mais abundantes no corpo porque elas acabam sendo o principal componente estrutural de todas as células, particularmente dos músculos.

As proteínas também são fontes de energia e para a manutenção do tecido muscular. Conheça os alimentos que são as principais fontes de proteína, por exemplo:

Carne Bovina, por exemplo, é rica em proteínas
Carne Bovina, por exemplo, é rica em proteínas
  • Carnes e aves (carne bovina, carne de porco, frango, peru, coelho, codorna e rã, por exemplo);
  • Peixes, como o atum e o salmão, por exemplo ;
  • Mariscos;
  • Crustáceos como, por exemplo, a lagosta e o carangueijo;
  • Ovo.
O Salmão, por exemplo, é uma ótima fonte de proteína entre os peixes
O Salmão, por exemplo, é uma ótima fonte de proteína entre os peixes

DIETA DA PROTEÍNA – Por que essa dieta é eficaz?

Certamente, a dieta da proteína é uma dieta de muito baixa caloria, ou seja, a velocidade da perda de peso é mais acentuada que as dietas tradicionais.

Além disso, essa dieta também preserva a massa magra que favorece manutenção do metabolismo energético, contribuindo para a manutenção do peso perdido à longo prazo.

DIETA DA PROTEÍNA – Como fazer?

Conheça as principais fases dessa dieta:

  1. Em primeiro lugar você deve realizar uma consulta médica com avaliação clínica e realização de exames laboratoriais.
  2. Em seguida, inicia então, a primeira etapa onde há restrição de carboidratos, restrição acentuada de calorias e processo de cetogênese que favorecerá a perda rápida de peso com sensação de saciedade e bem-estar.
  3. Logo após a perda de cerca de 80% da meta desejada, inicia-se segunda etapa de reeducação alimentar onde ainda existe restrição calórica e os carboidratos são introduzidos progressivamente no cardápio.
  4. Então, chega-se a terceira etapa, de manutenção, onde existe equilíbrio entre o consumo e a ingestão calorias, para manutenção de peso.

DIETA DA PROTEÍNA – Alimentos permitidos

  • Proteínas;
  • Verduras;
  • Legumes;
  • Azeite extravirgem em quantidade limitada (10g/dia).

DIETA DA PROTEÍNA – Alimentos proibidos

Arroz, apesar de gostoso, está proibido na Dieta da Proteína
Arroz, apesar de gostoso, está proibido na Dieta da Proteína
  • Arroz;
  • Batata;
  • Massa;
  • Pão;
  • Frutas;
  • Sucos de frutas;
  • Doces;
  • Açúcar em geral;
  • Vegetais como a beterraba.
Da mesma forma que o arroz está proibido, a beterraba também está.
Da mesma forma que o arroz está proibido, a beterraba também está.

DIETA DA PROTEÍNA – CARDÁPIO COMPLETO

Fase 1 (siga esse cardápio por 14 dias)

Café da manhã, por exemplo:

Opção 1: Shake proteico: 1 copo (200 ml) de leite desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência). Use, por exemplo, um mixer ou liquidificador para misturar bem o produto + 2 fatias médias de queijo minas frescal light 0% de gordura + 2 fatias de presunto magro.

Opção 2: 1 pote (100 g) de iogurte desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência). Use mixer ou liquidificador para misturar o produto + 1 queijinho fundido light + 4 fatias de peito de peru light.

Opção 3: 1 taça de mousse de morango com whey protein + 1 ovo cozido ou mexido, por exemplo.

Lanche da manhã:

Opção 1: 1 pote (100 g) de iogurte desnatado (adoçante, opcional).

Opção 2: 2 fatias médias de queijo minas frescal light 0% de gordura + 2 fatias de peito de peru.

Opção 3: 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado e adoçante.

Almoço, algumas opções como, por exemplo:

Opção 1: 1 filé (120 g) de frango grelhado + Salada mista: agrião, alface, espinafre, pepino, rabanete e brotos de feijão e alfafa, à vontade.

Filé de Frango grelhado, por exemplo, para o seu almoço
Filé de Frango grelhado, por exemplo, para o seu almoço

Opção 2: 1 filé (120 g) de filé-mignon grelhado + Salada verde: alface, rúcula e agrião, à vontade

Opção 3: Salada completa: 4 col. (sopa) de atum e folhas verdes de sua preferência, à vontade

 Lanche da tarde, por exemplo você pode comer:

Opção 1: Shake proteico: 1 copo (200 ml) de leite desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência). Use mixer ou liquidificador para misturar bem o produto.

Opção 2: 1 pote (100 g) de iogurte desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência).

Opção 3: 1 taça de gelatina cremosa de morango com whey protein.

Jantar:

Opção 1: Omelete: 1 gema e 2 claras com 2 xíc. (chá) de brócolis cozidos no vapor.

Opção 2: 1 filé (200 g) de peixe (pescada, merluza, badejo) ou 1 peito (120 g) de frango grelhado + Salada de folhas verdes de sua preferência, à vontade.

Opção 3: 1 filé (120 g) de frango grelhado + 1 prato (fundo) de sopa de creme de brócolis.

Fase 2: estimula novos hábitos

1ª SEMANA 

Inicialmente, beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde).

Logo após, no café da manhã, acrescente à opção escolhida 1 porção de fruta, a escolher: 1 maçã ou 1 banana-prata ou 1 pera ou 1/3 de papaia ou 1 fatia média de mamão ou 1 fatia média de melão ou 1 laranja ou 5 morangos ou 1 kiwi + 1 fatia de pão integral ou 1 pão francês integral ou 1 fatia de pão sírio pequeno.

No almoço e no jantar, inclua na opção escolhida verduras e legumes à vontade (acelga, abóbora, abobrinha, couve-flor, berinjela, tomate, cenoura).

2ª SEMANA

Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde).

Logo após, no lanche da manhã e da tarde, acrescente à opção escolhida 1 porção de fruta, a escolher.

3ª SEMANA 

Beba 2 shakes por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde).

No almoço, acrescente à opção escolhida 1 porção de carboidratos (3 colheres/sopa de arroz integral ou 1 pegador de macarrão integral ou 2 fatias de pão integral) ou 1 porção de grãos (3 colheres/sopa de lentilha, ervilha, feijão ou feijão-branco ou grão-de-bico.

4ª SEMANA 

Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde).

Logo após, no almoço, acrescente à opção escolhida 1 porção de carboidratos/amido: 2 batatas pequenas assadas ou cozidas ou 1/2 mandioca ou 1 pedaço de mandioquinha ou 2 col. (sopa) de abóbora + 1 porção de frutas: 1 banana-prata ou 1 maçã ou 1 pera ou 1/3 de papaia ou 1 fatia média de mamão ou 1 fatia média de melão ou 1 laranja ou 5 morangos ou 1 kiwi.

5ª SEMANA 

Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde).

No café da manhã, acrescente à opção escolhida 1 fatia de mussarela e 1 col. (chá) de margarina ou manteiga light.

Fase 3: mantém o peso

Café da manhã, por exemplo:

Opção 1: 1 pote (100 g) de iogurte light + 2 col. (sopa) de granola light + 1 fatia de pão integral com 1 fatia de peito de peru e 2 fatias de queijo branco

Opção 2: 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado e adoçante + 1 pão francês sem miolo com 1 col. (sopa) de queijo cottage + 1 fruta (banana, ameixa vermelha)

Opção 3: 1 copo (200 g) de suco light de fruta + 1 pão francês integral com 1 fatia de mussarela light e 1 fatia de peito de peru + 1 pote (100 g) de iogurte light

Lanche da manhã:

Opção 1: 3 nozes + 3 damascos + 1 queijinho fundido light

Opção 2: 1 fruta (maçã, pera, kiwi) + 1 pote (100 g) de iogurte light

Opção 3: 2 torradas integrais com 1 col. (sopa) de queijo cottage

Almoço:

Opção 1: Salada mista: 1 prato (sobremesa) de agrião, rúcula, alface e tomate + 1 pires (chá) de brócolis refogados + 4 col. (sopa) de arroz integral + 3 col. (sopa) de feijão + 1 filé (120 g) de peito de frango grelhado + 1 rodela de abacaxi

Opção 2: Salada mista: 1 prato (sobremesa) de tomate, alface-americana e repolho-roxo + 1 pires (chá) de escarola refogada + 3 col. (sopa) de purê de batata + 2 col. (sopa) de ervilha + 1 filé (120 g) de carne magra (alcatra, patinho) grelhada + 1 fatia de manga

Opção 3: Salada mista: 1 prato (sobremesa) de cenoura e beterraba raladas, pepino e alface-crespa+ 1 pires (chá) de abobrinha refogada + 3 col. (sopa) de arroz (integral, de preferência) + 3 col. (sopa) de grão-de-bico + 1 filé (120 g) de salmão grelhado + 1 fruta (1 fatia de melão ou de abacaxi).

Lanche da tarde, temos algumas opções, como por exemplo:

Opção 1: 6 amêndoas + 1 caixinha (100 ml) de suco de soja light

Opção 2: 1 barrinha de cereal integral light + 1 pote (100 g) de iogurte light

Opção 3: 1 fatia de pão integral com 1 fatia de mussarela e 1 fatia de peito de peru

 Jantar:

Opção 1: 1 prato (fundo) de sopa de legumes com carne ou frango (100 g) e macarrão integral (opcional) + 1 laranja

Opção 2: Omelete: 1 gema + 2 claras, tomate picado, cebola e cebolinha + 1 pires (chá) de legumes cozidos (brócolis, acelga, couve-flor, berinjela) + 1 pera

Opção 3: 1 prato (sobremesa) de folhas verdes, tomate, cenoura ralada, pepino, erva-doce) ou 2 xíc. (chá) de legumes cozidos (brócolis, couve-flor, acelga, abobrinha) + 1 filé (120 g) de peito de frango ou peixe assado cozido ou grelhado + 1 fruta (maçã, pera)

Ceia (opcional):

Opção 1: 2 fatias de queijo branco com 1 col. (chá) de geleia diet ou sem açúcar

Opção 2: 1 xíc. (chá) de leite desnatado com 1 col. (sobremesa) de achocolatado light

Opção 3: 1 pote (100 g) de iogurte light com 1 col. (sobremesa) de aveia

Tempero da salada: 1 col. (sopa) de azeite extravirgem, vinagre ou limão e pouco sal.

Beba no mínimo 2 litros de água por dia, sempre entre as refeições.

Liberados:

Pepino, por exemplo, pode ser consumido na dieta
Pepino, por exemplo, pode ser consumido na dieta

Alimentos que podem ser consumidos nas fases 1, 2 e 3:  Whey protein (proteína isolada do soro do leite),  clara de ovo, 3 ovos inteiros por semana, leite e iogurte desnatado ou light, queijo minas frescal light 0% gordura, ricota light, presunto light, peito de peru light ou frango, carne vermelha magra (patinho, lagarto, rosbife), carne branca (frango sem pele) e coelho, condimentos (vinagre, ervas aromáticas, alho, limão e sal em dose moderada), peixe (anchova, sardinha, salmão, atum, cação, pescada, tilápia e Saint Peter) e agrião, alface, brotos de feijão e alfafa, pepino, espinafre, brócolis, couve-flor, rabanete, por exemplo.

Alface, por exemplo, está liberado na dieta da proteína
Alface também está liberada na dieta da proteína

Proibidos:

Alguns voltam a entrar no cardápio na fase 2, outros apenas na 3: Açúcar branco e mascavo, farinhas refinada e integral, massa, doce, sorvete (nem os de fruta), pão (nem os integrais), batata, mandioca, mandioquinha, batata-doce, cenoura, beterraba, abóbora, tomate, azeitona, sucrilhos, granola, aveia, queijo amarelo e embutidos em geral (salame, mortadela), refrigerante (nem os diet ou light), água com gás, fruta seca (passas, damasco, ameixa), oleaginosa (castanha, noz, amêndoa) e gelatina diet, por exemplo.

De fato, a mandioca está entre os alimentos proibidos
De fato, a mandioca está entre os alimentos proibidos

DIETA DA PROTEÍNA – Conclusão

Em primeiro lugar, a dieta da proteína é dividida em três fases. A mais decisiva é a primeira: dura 14 dias e tem apenas 1000 calorias, mas derrete até 50% do peso que está em excesso.

Em segundo lugar, é importante fazer exercício moderado especialmente nos três primeiros dias (quando o organismo pode se ressentir da falta de carboidrato) e regularmente para chegar nesse resultado.

Portanto, se esse artigo foi útil para você, deixe o seu comentário e compartilhe com os seus amigos.