DIETA CETOGÊNICA – PERDENDO PESO COM ESSA DIETA

A DIETA CETOGÊNICA foi criada inicialmente com o intuito de auxiliar no tratamento de epilepsia. Logo depois, vários estudos chegaram a conclusão que a DIETA CETOGÊNICA poderia ser eficaz também no tratamento de outras doenças com, a diabetes, e também auxilia no processo de emagrecimento.

DIETA CETOGÊNICA – O que é?

Em primeiro lugar, a DIETA CETOGÊNICA é rica em lipídios, com baixo teor de carboidratos e proteínas moderadas. 80% da energia que o organismo obtém, vem dos lipídios.

Em segundo lugar, com essa dieta, a gordura da alimentação e das reservas do seu corpo (tecido adiposo) são quebrados no fígado e produz ácidos graxos e corpos cetônicos para serem utilizados como fonte de energia.

Do mesmo modo, o processo de cetose acontece quando não tem mais reservas de glicogênio hepático e muscular para gerar energia para o corpo. E justamente por causa da baixa quantidade de carboidratos na dieta e em situações de jejum prolongado.

A DIETA CETOGÊNICA caracteriza-se por possuir:

  • 55 a 65% de gordura;
  • Menos de 20% de carboidratos ou 100g por dia;
  • 25 a 35% de proteína.

DIETA CETOGÊNICA – Pra que serve?

A DIETA CETOGÊNICA vem sido utilizada pelas pessoas para emagrecer, devido à baixa ingestão de carboidratos (já que os carboidratos favorecem o aumento de peso), pois quando em excesso no organismo, são transformados em reservas de gordura.

De acordo com estudos, foi comprovado que a DIETA CETOGÊNICA pode ser utilizada também para o tratamento de doenças como, por exemplo: epilepsia, diabetes, obesidade e outras.

DIETA CETOGÊNICA – Benefícios

A DIETA CETOGÊNICA possui vários benefícios, mas podemos destacar aqui alguns, como por exemplo:

  1. Redução de gordura corporal e peso;
  2. Além disso, a preservação da massa muscular;
  3. Controla o apetite;
  4. Da mesma forma, trata e faz a prevenção de doenças.

DIETA CETOGÊNICA – Indicações

A DIETA CETOGÊNICA é indicada apenas por médicos ou nutricionistas, para pessoas com problemas de obesidade ou para o tratamento de doenças.

DIETA CETOGÊNICA – Contra Indicações

Em algumas situações, a DIETA CETOGÊNICA é contra indicada para pessoas muito idosas, pessoas que já tiveram ou têm insuficiência renal ou hepática, pessoas com doenças cardiovasculares e pessoas em tratamento com medicamentos que sejam à base de cortisona.

Compartilhe:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google+
Compartilhe no Pinterest

DIETA CETOGÊNICA – Como fazer a dieta?

A DIETA CETOGÊNICA deve ser iniciada seguindo pelo menos 5 dias consecutivos.

Após esse períodos, só é permitido o consumo de alimentos fontes de carboidratos por 2 dias, como, por exemplo: pães, arroz, massas, etc. E depois voltar a seguir a dieta cetogênica a risca.

A DIETA CETOGÊNICA deve ser feita de forma cíclica. E não deve ser feita a longo prazo, devido à restrição de alguns nutrientes, como o carboidratos.

Essa dieta é introduzida aos poucos, para que haja a adaptação.

DIETA CETOGÊNICA – Você deve evitar, por exemplo:

A batata, por exemplo, é um dos alimentos que devem ser evitados na dieta cetogênica
A batata, por exemplo, é um dos alimentos que devem ser evitados na dieta cetogênica

Você deve evitar o consumo dos seguintes alimentos/produtos, por exemplo:

  • Massas como Pães e biscoitos;
  • Cereais bem como arroz, trigo, milho, aveia, etc.
  • Além disso, leguminosas como: feijão, soja, grão de bico, lentilha e ervilha ;
  • Mel;
  • Leite;
  • Sucos de frutas;
  • Frutas de elevado teor de açúcar bem como melancia, manga, banana, uva e abacaxi;
  • Legumes com alta concentração de açúcar bem como cenoura e beterraba;
  • Tubérculos como, por exemplo, a batata;
  • Do mesmo modo, raízes bem como mandioca e batata doce;
  • Alimentos doces;
  • Açúcares em geral;
  • Alimentos industrializados;
  • Fast food;
  • Bebida alcoólica;
  • Além disso, suplementos, medicamentos e pasta de dente com açúcar em sua composição.

DIETA CETOGÊNICA – O que consumir

  • Carne vermelha;
  • Carne suína;
  • Ovos;
  • Aves;
  • Peixes;
  • Queijos;
  • Oleaginosas bem como: nozes, castanhas, amêndoas, amendoim, macadâmia, avelã e pistache;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Manteiga;
  • Embutidos bem como: linguiça, salsicha, presunto, salame;
  • Derivados do leite, por exemplo: nata, creme de leite, iogurte sem açúcar;
  • Sementes como, por exemplo, chia, girassol gergelim;
  • Legumes com baixo teor de açúcar;
  • Verduras folhosas;
  • Frutas com baixo teor de açúcar;
  • Frutas com alto teor de gordura como o abacate;
  • Líquidos bem como: água, café e chás (adoçados com adoçante natural como a estévia).

DIETA CETOGÊNICA – Cardápio semanal

O salmão, por exemplo, é uma ótima alternativa para o seu jantar
O salmão, por exemplo, é uma ótima alternativa para o seu jantar
Dia 1:

 Café da manhã: 3 ovos mexidos com peito de peru e manteiga;

Lanche da manhã: castanhas;

Almoço: 2 bifes com brócolis e azeite de oliva;

Lanche da tarde: morangos e 1 copo de chá de hibisco com canela, sem açúcar;

Jantar: salmão grelhado e salada verde com azeite de oliva, por exemplo.

Dia 2:

Café da manhã: 3 ovos mexidos com presunto;

Lanche da manhã: 1 copo de chá-verde com limão, sem açúcar;

Almoço: 250g de filé de tilápia com salada de alface, nozes e abacate;

Lanche da tarde: 1 laranja in natura, por exemplo;

Jantar: 200g de filé de frango grelhado, com alho poro e salada de folhas com maçã, pistache e castanhas de caju.

Dia 3:

Café da manhã: vitamina de abacate com leite de amêndoas ou arroz;

Lanche da manhã: castanhas;

Almoço: lasanha de abobrinha com carne e molho de tomate caseiro e uma colher (sobremesa) de azeite, por exemplo;

Lanche da tarde: 1 copo de chá-verde com limão, sem açúcar;

Jantar: omelete com 3 ovos, palmito, salsinha e alho poro com brócolos cozido e uma colher (sobremesa) de azeite.

Dia 4:

Café da manhã: mix de nuts com castanhas-do-pará, amêndoas, pistache e castanha de caju;

Lanche da manhã: abacate;

Almoço: 200g de filé de frango grelhado e salada de mix de folhas com azeite, por exemplo;

Lanche da tarde: 5 goji berries e ricota de búfala com azeite e um copo de chá de dente-de-leão com limão;

Jantar: uma lata de atum em azeite, com 3 colheres de abacate e salada verde com azeite.

Dia 5:

Café da manhã: vitamina de abacate com leite de amêndoas ou arroz;

Lanche da manhã: morangos;

Almoço: 250g de filé de salmão grelhado com linhaça dourada, aspargos refogados e azeite;

Lanche da tarde: 1 copo de chá-verde com castanhas;

Jantar: 2 bifes de carne ao molho de queijo, com alface e repolho roxo temperado com azeite + 1 laranja.

Dia 6:

Café da manhã: 2 ovos mexidos com manteiga e queijo minas e 1 fatia de mamão;

Lanche da manhã: 1 iogurte sem açúcar com linhaça;

Almoço: filé de frango ao molho branco e salada de couve refogada na manteiga ou no azeite;

Lanche da tarde: morangos e creme de leite;

Jantar: 2 bifes com brócolis e azeite de oliva, por exemplo.

Dia 7:

Café da manhã: 2 ovos cozidos e um copo de chá de hibisco, sem açúcar e com linhaça;

Lanche da manhã: 1 fatia de mamão;

Almoço: peixe grelhado com um mix de folhas verdes, temperadas com azeite;

Lanche da tarde: fatias de queijo minas;

Jantar: lasanha de abobrinha com carne e molho de tomate caseiro e uma colher (sobremesa) de azeite.

DIETA CETOGÊNICA  – Vale a pena?

A dieta cetogênica vale muito a pena para quem quer perder peso, afinal, ela corta os carboidratos e o açúcar do seu cardápio.

Os alimentos permitidos são nutritivos e possuem proteínas e gorduras necessárias para manter o corpo nutrido, saciado e com energia.

Os resultados são bem melhores quando a dieta é acompanhada da prática de atividade física, afinal, ninguém quer perder gordura e ter um corpo flácido, não é mesmo? Para fortalecer os músculos, os exercícios são fundamentais!

DIETA CETOGÊNICA – Conclusão

Lembre-se de procurar um médico nutricionista antes de começar qualquer dieta, para que ele te indique a melhor dieta de acordo com a sua necessidade.