COMO FAZER JEJUM INTERMITENTE? O QUE É? CARDÁPIOS

Primordialmente, você sabia que o jejum intermitente além de te ajudar a emagrecer de forma rápida, melhora a sua imunidade, a sua disposição, a sua agilidade mental e até potencializa a desintoxicação? São vários os benefícios que o jejum intermitente pode trazer para a sua saúde.

Mas, se você não sabe o que é e como fazer o jejum intermitente, fique tranquila.

Nesse artigo vamos esclarecer todas as suas dúvidas para que você comece a desfrutar de todos benefícios desse jejum.

JEJUM INTERMITENTE – O que é?

Em primeiro lugar, o Jejum intermitente é um método desenvolvido para emagrecer.

Em segundo lugar, consiste em intercalar grandes períodos de jejum com períodos de alimentação.

O objetivo do jejum intermitente é fazer com que o seu corpo passe a utilizar os estoques de gorduras armazenados nele, fazendo com que você perca gordura (massa gorda).

Existem vários períodos de jejum intermitente, que podem ser feitos somente alguns dias da semana ou se preferir, todos os dias.

Além disso, no espaço de tempo em que é permitido a alimentação, é chamado de janelas de alimentação.

Como fazer Jejum Intermitente
Como fazer Jejum Intermitente

JEJUM INTERMITENTE – Principais Tipos

Há várias formas de fazer o jejum intermitente, mas em todas as formas tem o período de restrição dos alimentos e outro período que se pode comer. Portanto, conheça algumas formas, por exemplo:

  • Jejum de 16 horas: nesse jejum você fica de 14 a 16 horas sem comer (incluindo o tempo do sono) e come nas 8 horas restantes do dia. Por exemplo: você janta às 10 horas da noite e volta a comer às 14h do dia seguinte.
  • Jejum de 24 horas: Por outro lado, esse tipo de jejum é feito 2 ou 3 vezes na semana ao máximo, pois você fica 24 horas direto sem comer.
  • Jejum de 36 horas: nesse jejum você fica 1 dia inteiro e mais a metade do outro dia sem comer. Por exemplo: você come às 9 horas da noite, para o dia seguinte inteiro sem comer, e volta a se alimentar às 9 horas da manhã do outro dia. Esse jejum só é feito por pessoas que já estão mais habituadas a fazer jejum.
  • Comer 5 dias e restringir 2 dias: nesse caso, por exemplo, você come por 5 dias da semana, e em 2 dias você reduz a quantidade de calorias para 500g diárias.

Durante o jejum você pode beber água, chás e café, sem nenhuma adição de açúcar ou adoçante.

Nos primeiros dias é comum você sentir muita fome, mas nos próximos dias seu corpo já vai se acostumando.

Mas, se a fome apertar muito, você deve comer um alimento leve.

Compartilhe:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google+
Compartilhe no Pinterest

JEJUM INTERMITENTE – Quais os benefícios?

Como já foi dito, o jejum intermitente proporciona vários benefícios para a sua saúde, mas vou destacar aqui os principais, que são, por exemplo:

  1. Ajuda a emagrecer: com o jejum intermitente o seu metabolismo fica mais acelerado, favorecendo a queima de gordura, e consequentemente você emagrece.
  1. Regula os hormônios: além disso, fazer o jejum intermitente ajuda também a equilibrar os hormônios do corpo que estão associados a perda ou ganho de peso.
  1. Não causa flacidez: o jejum intermitente não diminui a massa muscular, além disso, ela ajuda aumentar os músculos por causa da produção do hormônio do crescimento.
  1. Ajuda a evitar o câncer: paralelamente, fazendo o jejum intermitente o seu corpo se torna mais ativo para eliminar substâncias e células alteradas que poderiam causar doenças, como o câncer, por exemplo.
  1. Tem ação anti-envelhecimentoo jejum intermitente estimula o seu organismo a viver mais tempo, evitando doenças e fazendo os órgãos e tecidos do corpo viverem mais tempo.

Além desses benefícios, devido ao jejum intermitente regular o seu hormônio, você sentirá sensação de bem estar, e o seu cérebro estará mais em alerta e ativo.

JEJUM INTERMITENTE – Quem não pode fazer?

  • Pessoas com anemia;
  • Hipertensão;
  • Pressão baixa;
  • Insuficiência renal;
  • Pessoas que usam remédios controlados diariamente;
  • Pessoas com histórico de anorexia ou bulimia;
  • Pessoas diabéticas;
  • Mulheres grávidas ou que estão amamentando.

Mas atenção, mesmo que você esteja aparentemente saudável, é recomendado que você procure por um médico antes de começar a fazer o jejum, para que ele possa avaliar como estão as condições do seu corpo.

JEJUM INTERMITENTE – Cardápio completo do jejum intermitente de 16 horas

Sugestão de cardápio para o dia 1:

Pequeno almoço (8h)

  • 1 copo de leite desnatado (80 calorias);
  • 1 fatia de pão integral (70 calorias);
  • 1 colher (café) de manteiga (33 calorias).

Jantar (20h)

  • Frango salteado com legumes e uma tangerina (306 calorias).

Total de calorias: 496

Sugestão de cardápio para o dia 2:

Pequeno almoço (8h)

  • Maçã fatiada, manga e um ovo cozido (223 calorias).

 Jantar (20h)

  • Salada de atum, feijão e alho;
  • Molho: alho esmagado, raspa e sumo de limão e vinagre de vinho branco (267 calorias).

Total de calorias: 490

Sugestão de cardápio para o dia 1:

 Pequeno almoço (8h)

  • 1 copo de iogurte light de frutas (58 calorias);
  • 3 bolachas água e sal pequenas ( 90 calorias);
  • 1 fatia média de abacaxi (40 calorias).

 Jantar (20h)

  • 2 colheres (sopa) de arroz integral (88 calorias);
  • 1 batata média cozida (68 calorias);
  • 1 bife de lombo (99 calorias);
  • 1 pêssego (57 calorias).

Total de calorias: 500

Sugestão de cardápio para o dia 2:

 Pequeno almoço (8h)

  • 1 xíc. (chá) de leite desnatado com café  (63 calorias);
  • 1/2 pão francês sem miolo (41 calorias);
  • 1 colher (sopa) de requeijão light  (52 calorias);
  • 1 fatia fina de ricota (39 calorias).

 Jantar (20h)

  • 1 prato fundo de sopa de legumes (150 calorias);
  • Sobremesa de gelatina (149 calorias).

Total de calorias: 494

Atenção: é importante ressaltar que o almoço deverá ser feito às 8 horas e o jantar às 20 horas.

Esse deverá ser o horário seguido para que o jejum intermitente realmente seja capaz de gerar bons resultados.

Considere que o cardápio verificado acima é apenas uma sugestão.

Com toda a certeza, você mesmo pode montar um cardápio, desde que os números de calorias sejam respeitados.

É importante dar preferência aos alimentos lights, legumes, frutas, carnes magras e grãos em um geral.

Além disso, o cardápio seguido por mulheres não poderá ultrapassar 500 calorias, enquanto que para os homens não poderão ultrapassar as 600 calorias.

Por outro lado, é importante manter o jejum intermitente por apenas dois dias e no decorrer dos outros 5 dias da semana, é fundamental manter uma dieta mais regulada. Se você continuar mantendo os seus hábitos alimentares errados, não será possível ter resultados significativos.

JEJUM INTERMITENTE – O que não comer?

Durante o período de jejum intermitente é aconselhável que você evite alimentos fritos ou preparados com muita gordura, como batata frita, sorvetes, molho branco, cozinhas, biscoitos recheados, lasanha e etc.

No Jejum intermitente, evite batatas fritas e hambúrgueres, por exemplo.
No Jejum intermitente, evite batatas fritas e hambúrgueres, por exemplo.

Para conseguir emagrecer com jejum intermitente, é importante também praticar uma atividade física.

Caminhada ou mesmo academia, por exemplo, nunca de estômago vazio, e de preferência, orientada por um profissional de educação física.

JEJUM INTERMITENTE – O que comer depois?

Depois que terminar o período do jejum intermitente, você deve começar comendo alimentos de fácil digestão e sem gordura ou açúcares, assim você terá melhores resultados.

Você pode começar ingerindo alimentos como, por exemplo, arroz, batata cozida, sopa, purês em geral, ovo cozido, carnes magras grelhadas ou cozidas.

Após o jejum intermitente, consuma alimentos como, por exemplo, ovos cozidos
Após o jejum intermitente, consuma alimentos como, por exemplo, ovos cozidos.

Assim sendo, lembre-se que quanto mais tempo sem comer, menor deve ser  quantidade de comida, principalmente na primeira refeição, assim você garante uma boa capacidade digestiva e o seu bem estar.

JEJUM INTERMITENTE – Conclusão

Certamente, o jejum intermitente ainda é um método meio polêmico, mas existe uma grande corrente a favor desse método.

Sem dúvida, esse método é muito famoso e utilizado por pessoas que precisam perder peso, reduzir a gordura corporal ou fazer a manutenção da massa muscular.

Mas fazer o jejum intermitente auxilia no processo de emagrecimento, controla a glicemia, auxilia na reparação celular, aumenta os níveis de hormônios importantes para o organismo.

Dessa maneira, agora que você já conhece todos os benefícios que o jejum intermitente pode trazer para a sua saúde, e como fazer, o que acha de começar a fazer esse método?

Enfim, se esse artigo foi útil para você, deixe o seu comentário e compartilhe com os seus amigos.