ADOÇANTE STEVIA: BENEFÍCIOS E MALES PARA A SUA SAÚDE

Os benefícios do adoçante stevia têm sido muito debatidos nos últimos tempos. As pessoas estão cada vez mais preocupadas em manterem hábitos de vida mais saudáveis, e isso inclui uma alimentação de qualidade também.

Assim sendo, é comum surgirem dúvidas sobre o que é realmente bom para a nossa saúde. O adoçante stevia é um exemplo bem comum de produto que costuma gerar dúvidas.

Por isso, no post de hoje, iremos descrever as principais características do stevia. Portanto, continue lendo e conheça aqui os benefícios e males que ele pode causar.

O QUE É STEVIA

A stevia é uma planta com uma imensa capacidade de adoçar, que chega a ser 300 vezes maior do que o açúcar comum.

Stevia planta mais doce que o açucar comum - ADOÇANTE STEVIA: BENEFÍCIOS E MALES PARA A SUA SAÚDE
Stevia, planta mais doce que o açúcar comum

Nativa da divisa entre o Paraguai e o Brasil, a stevia é um adoçante natural, muito usado para substituir tanto o açúcar comum, como também os demais adoçantes industrializados.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO ADOÇANTE STEVIA

O adoçante stevia possui uma série de benefícios para a nossa saúde, quando comparado com outros adoçantes. Portanto, confira abaixo quais são os principais deles:

  • Ajuda a diminuir a vontade de comer doces;
  • Atua no controle do apetite;
  • Ideal para quem busca uma alimentação mais saudável;
  • Ajuda na perda de peso, pois não possui calorias;
  • Auxilia a manter normais os níveis de glicemia;
  • Ajuda na redução de sangramentos gengivais e de cáries;
  • Atua na prevenção e no combate aos inchaços na região abdominal e na retenção de líquidos. Afinal de contas, esse adoçante também tem efeito diurético;
  • Contribui para o controle da obesidade, diabetes e da hipertensão arterial.

O princípio ativo da planta stevia que nos faz sentirmos o sabor adocicado, é devido a um tipo de glicosídeo, que se denominam como glicosídeos steviol.

Dessa forma, o nosso organismo não digere e nem metaboliza os glicosídeos. Sendo assim, o consumimos nenhuma caloria ao ingerir o stevia.

O ADOÇANTE STEVIA PODE SER USADO PARA SUBSTITUIR O AÇÚCAR?

Sim. O stevia é muito usado hoje em dia para substituir o açúcar e também os demais adoçantes industrializados.

A grande diferença do glicosídeo steviol é que se trata de algo totalmente orgânico e natural. Ou seja, ele não contém inúmeros compostos químicos na composição, assim como acontece com os produtos industrializados.

Dessa maneira, ele apresenta dupla ação. Assim, o stevia não só adoça naturalmente, como também traz vários benefícios para o nosso organismo, como aqueles citados acima.

COMO USAR O ADOÇANTE STEVIA

O adoçante stevia pode ser usado diariamente para adoçar bebidas e alimentos diversos. Da mesma forma, como o stevia também possui diversas propriedades que permanecem estáveis mesmo em altas temperaturas, esse adoçante também pode ser usado no preparo de alimentos como biscoitos, bolos e demais opções que são feitas no forno.

Além disso, cada 1 grama de stevia é equivalente a cerca de 300 gramas de açúcar. Por isso, para adoçar algum alimento, são necessárias poucas gotas de adoçante stevia.

No entanto, o seu consumo deve ser acompanhado por um nutricionista, principalmente se for uma gestante, ou com hipertensão ou diabetes.

QUAL A QUANTIDADE SEGURA DE STEVIA

A quantidade de stevia segura para se consumir diariamente varia entre 7,9 e 25 mg/kg

STEVIA FAZ MAL PARA A SAÚDE?

Tantos os benefícios como os malefícios do stevia são resultantes do processo de produção do adoçante. Assim, quando está em sua forma natural, a planta oferece vários benefícios para a saúde.

Por isso, a forma mais segura de consumir a stevia é a mais próxima possível do natural como, por exemplo, desidratando e moendo as suas folhas, até formarem um pó. Apesar de essa forma de preparo não promover o mesmo efeito que as demais formas do adoçante stevia, ela continua sendo uma boa alternativa ao açúcar.

Afinal de contas, é a maneira que passa por menos processos industriais. Por isso, as propriedades da planta são mantidas. Além disso, essa forma mais simples de preparo também mantém o sabor doce da planta.

Porém, é importante ressaltar que, mesmo que seja a forma mais segura de preparar o adoçante stevia, ainda assim ele deve ser consumido com moderação.

Existe ainda o extrato da stevia, onde usar-se somente a parte da planta que é mais doce e que possui um sabor menos amargo. Com isso, a planta acaba perdendo propriedades importantes, as quais podemos encontrar em sua forma natural. Portanto, nessa forma, ele pode adoçar até 200 vezes mais do que o açúcar.

A forma menos saudável do adoçante stevia é aquela na qual a planta passa por vários processos de industrialização. Podemos citar como exemplo o adoçante Truvia. A fabricação desse produto passar por cerca de 42 etapas.

Essas etapas ajudam a aumentar o potencial de adoçar do produto, fazendo com que ele tenha a capacidade de adoçar até 400 vezes mais que o açúcar.

CONCLUSÃO

Os adoçantes feitos à base de stevia não afetam o açúcar no sangue de todas as pessoas da mesma maneira, e nem com a mesma intensidade.

Em resumo, o stevia é uma forma bem interessante de substituir o açúcar no dia a dia. Se você ainda não conhece, vale à pena experimentar!

Não se esqueça de deixar um comentário e compartilhar os conteúdos.